• BiodanzaCatarina

Biodanza Catarina: um movimento pela vida

Atualizado: 16 de Jun de 2020


Foto: Charles Steuck

Em maio de 2020 completamos 2 anos de Associação Catarina. Somos um movimento de professores/facilitadores de Biodanza, engajados e comprometidos com o Sistema Biodanza.

Demos passos iniciais importantes para esta profissão do presente e do futuro. Um dos caminhos que trilhamos coletivamente foi a formalização da entidade com aprovação de estatuto e regimento interno, tudo construído coletivamente por meio de encontros mensais com os professores associados. Ambos os documentos são parte fundamental para o exercício da cidadania, como, por exemplo, cuidar de questões como a regulamentação da profissão e o fortalecimento e disseminação desta atividade no estado.

Neste período de fundação, a Associação Catarina promoveu encontros entre os profissionais, realizou uma festa à fantasia em comemoração ao primeiro ano com a participação de alunos de grupos regulares e professores de diferentes cidades. Promoveu a terceira edição Encontro Catarina de Biodanza, realizado em fevereiro de 2020, em Florianópolis, reunindo 270 pessoas de 16 cidades catarinenses, além da participação de outras cidades e países.



A Associação Catarina foi criada com o objetivo de promover a integração entre os profissionais e toda comunidade da Biodanza em Santa Catarina



Evolução do movimento em SC


No ano de 2015, durante o I Encontro de Biodanza de Santa Catarina, haviam 29 grupos de Biodanza, em 11 cidades de SC. Pouco mais de dois anos depois nasceram mais 11 grupos regulares, com grande concentração de grupos na capital, totalizando 41 grupos de Biodanza no território catarinense.


Figura 1 - 2015 Figura 2 - 2018

(Dados de 2015 e 2018)

Arquivo: ACB



Dados apresentados no III Encontro Catarina de Biodanza, realizado em fevereiro de 2020, demonstram que com a atuação de 45 profissionais em atividade no estado, a comunidade da Biodanza conta, atualmente, com 55 grupos, em 16 cidades catarinenses como Florianópolis, Balneário Camboriú, Joinville, Blumenau, Tubarão, Garopaba, Termas do Gravatal, Pomerode, entre outras.


Fonte: ACB 2020

O movimento possui duas escolas de formação com sede em Florianópolis e outra sendo fundada neste ano no Vale do Itajaí. Em tempos de pandemia, todas as atividades vivenciais das escolas e os grupos regulares permanecem suspensas. Segundo relato dos professores, os grupos regulares e grupos de estudos das escolas têm se reunido virtualmente a fim de nutrir a vinculação afetiva, além de promover estudos e diálogos para diminuir das distâncias do isolamento social. Cada grupo do seu jeito, cada escola à sua maneira, até que seja novamente possível vivenciar a "poética do encontro humano".


Atuação da Biodanza


A Biodanza é uma prática regular semanal que acontece para adultos e grupos específicos para jovens, crianças, idosos e gestantes. Sua prática também vem sendo aplicada a grupos clínicos junto a Postos de Saúde – vinculada como PIC – Prática Integrativa e Complementar do SUS e a grupos vinculados a Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), escolas e Universidades. A aulas nestes espaços públicos também seguem suspensas desde março.


Dentre os principais benefícios da Biodanza está o equilíbrio orgânico, melhora da saúde, aumento da imunidade, diminuição de estresse, ansiedade e demais doenças psicossomáticas, além de desenvolver potenciais humanos de vitalidade, criatividade e afetividade deflagrando no ser humano um processo pessoal e coletivo de reabilitação existencial. Confira o vídeo em homenagem ao movimento de Biodanza SC nestes dois anos de associação.


Próximos passos da Associação Catarina

Para 2020, a intenção é que os profissionais da Biodanza sigam se reunindo virtualmente a fim de criarem grupos de estudos como o grupo de Práticas Integrativas Complementares (PICs), além de promover encontros virtuais e diálogos biocêntricos para toda comunidade da Biodanza, via plataforma virtual da Associação Catarina.


Neste próximo mês, dia 5 de julho, a Associação irá realizar sua Assembleia Extraordinária para a composição do novo Conselho Administrativo e de Mediação (CAM) e Conselho Fiscal da ACB. A partir dessa nova gestão, daremos continuidade na construção coletiva do calendário de ações e projetos da associação. No dia 31 de maio, os professores se reuniram para celebrar estes dois anos de movimento organizado, reverenciando o trabalho do CAM da atual gestão com menção e agradecimento especial à Carina Saliba Cavichioli, Constantino Rodrigues, Maria Elenita Bocalon, Odete Conzatti e Silvana Ramos.

Texto e Assessosria de Comunicação ACB: Fernanda Dorta - Jornalista DRT6392/PR

94 visualizações0 comentário